Eleições 2020 – Ficha Suja, Dr. Julinho pode presentear Ribamar com Cavalo de Tróia vindo de “aliados”

Compartilhe isso

Em detrimento da Pandemia do Covid-19 as eleições deste ano foram até o dado momento prorrogada para o mês de novembro, e com isso a corrida no cenário político na cidade balneária fica cada vez mais fervoroso com o passar dos dias.

O grupo que vem tentando retomar das cinzas uma candidatura de Julio Mator (Dr. Julinho), escancara uma pré-campanha do médico com naturalidade e sem nenhum tipo de problema nas camadas da justiça. Mas, quem conhece a história de Julinho, sabe que não é bem assim o que os aliados tentam estabelecer à população ribamarense.

Dr. Julinho Matos, teve prestação de contas julgadas irregulares pela Corte na sua gestão na administração da Maternidade Benedito Leite, localizada em São Luís, referentes ao exercício de 2008, de lá pra cá o ex-prefeito tem carregado o fardo da sua má administração diante daquela unidade de saúde.

Os bastidores da política atual, o que se mais tem visto é um grupo que se diz aliado do médico, fabricar e divulgar inverdades quanto a sua real situação no processo eleitoral deste ano. Em um estudo da história que se tornou um clássico na mitologia grega, o que podemos acentuar é que o principal nome dessa “aliança”, além de forasteiro pode estar trazendo consigo para instalar em Ribamar a lenda do “Cavalo de Tróia”, mostrando assim como muitas vezes os homens embarcam em apostas insensatas que desaguam em destinos obscuros.

Até o período das convenções a cidade balneária será palco de muito discursos de “tudo bem”, está legal, porém é bom conhecer a chapa e porque o forasteiro escolheu a cidade balneária para levar o presente de grego.

Justiça orienta a Câmara de Vereadores de Imperatriz para anular contrato irregular para testes de Covid-19

Compartilhe isso
COVID19 test for diagnosis new corona virus

O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação à Câmara Municipal de Imperatriz orientando a anulação de contrato com empresa para realização de 1.200 testes de Covid-19 para servidores e familiares da instituição. De acordo com as investigações da 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, foram encontradas várias irregularidades e possíveis fraudes na Dispensa de Licitação que gerou um contrato no valor de R$ 144.000,00.

São várias inconsistências em desacordo com a Lei de Licitação (Lei nº 8.666/93), dentre elas, a inexistência do Termo de Referência ou Projeto Básico, habilitação da empresa contratada, documentação inválida fornecida pela empresa e pesquisa de preço realizada fora do prazo que exige a Lei.

A empresa não consta na base de dados da Receita Federal, não há servidor designado para atuar como fiscal de contrato e há um sobrepreço na contratação de R$ 82.335,00, tomando como parâmetro o preço praticado em outras aquisições similares realizadas por municípios da região.

Dos pedidos

O MPMA orienta que a Câmara anule o contrato, obtenha todos os valores eventualmente pagos à empresa e se abstenha de realizar qualquer pagamento à contratada. O prazo para que a Câmara de Vereadores informe à Promotoria da Probidade Administrativa sobre as providências adotadas é de cinco dias.

Além de todos os indícios de irregularidades, o Ministério Público destaca que fornecimento de testes a pessoas que não fazem parte do quadro de servidores da Câmara constitui violação aos princípios da moralidade, impessoalidade e eficiência, pois permite despesa do erário para atender finalidade estranha ao interesse público

INELEGÍVEL??? – Dr. Julinho quer diblar a justiça em Ribamar?

Compartilhe isso

Após três anos, o Dr. Júlio Matos, tenta voltar à cena nos bastidores da política na cidade balneária de São José de Ribamar, desta vez com o mesmo discurso dos últimos dois pleitos, que as noticias de sua inelegibilidade para concorrer as eleições deste ano, seria fake news.

A população de Ribamar é conhecedora da situação eleitoral de inelegibilidade do Dr. Julinho, uma vez que é considerado “Ficha Suja”, por ato de improbidade administrativa durante a sua direção frente a uma instituição de saúde, no ano de 2006, consecutivamente tendo suas contas reprovadas pelo órgão TCE-MA, em 2012.

Atualmente, Julinho e aliados, tentam de todas as formas filtrar aos ribamarenses através das redes sociais, que é pré-candidato a prefeito no município e que seu processo outrora desaprovado tenha sido reconsiderado.

Mais o que chama atenção da classe política e lideranças da cidade, é o fato de Julinho ter recentemente prestado entevista aos jornalistas Isaias e Flávio Chocolate, assegurando sua aliança com a família Cutrim. Que por sua vez, o chefe da família o conselheiro do Tribunal de Contas do MA, Edmar Cutrim, foi que sempre votou contra as prestações de contas do Dr. Julinho, deixando ele inelegivel durante as duas últimas eleições.

Suspeito de matar sobrinho-neto do ex-presidente José Sarney, disse em depoimento ser inocente e ter veículo clonado

Compartilhe isso

O principal suspeito pelo assassinato do sobrinho-neto do ex-presidente José Sarney se apresentou na noite de ontem(16), na Delegacia de Homicídio. Em companhia do advogado, Ayrton Campos durante seu testemunho, disse que é inocente e que o seu veículo teria sido clonado. Ele ainda afirmou ao delegado que passou a manhã na oficina e que ao meio dia foi almoçar com o pai no Monte Castelo.

O crime aconteceu por volta das 11h30 quando Diogo, que é sobrinho-neto de Sarney, ia saindo com seu veículo do condomínio onde residia, na Lagoa da Jansen e apos ter colidido levemente com o carro de Ayrton, começaram a discutir e Diogo foi alvejado no pescoço e veio a óbito.

Sede da Câmara de São Luís passa por desinfecção antes da retoma gradual das atividades

Compartilhe isso

A sede da Câmara Municipal São Luís recebeu, neste sábado (13), procedimentos higiênicos sanitários com o objetivo de limpar os ambientes e prevenir a infecção pelo novo coronavírus. O Legislativo retoma segunda-feira (15), de forma gradual, os trabalhos presenciais. A ação limpeza foi coordenada pelo diretor Administrativo, Márcio Lucas, e pelo diretor de Manutenção, Infraestrutura e Conservação, Thiago Brandão.

A limpeza, desinfecção e sanitização foram feitas nos ambientes externos, corredores e recepção, e em objetos de maior contado pessoal, como maçanetas, balcões, eletrônicos e etc. Toda sede foi sinalização com marcação horizontal e vertical. Também foram instalados cartazes com orientações e totens de álcool em gel nos prédios.

De acordo com o direto Márcio Lucas, o local está pronto para receber os funcionários. “A desinfecção trouxe segurança e estamos prontos para receber as pessoas sem causar risco à saúde”, frisou.

Para Thiago Brandão, todas as medidas recomendadas pela Organização Mundial as Saúde (OMS) foram tomadas.

“Esse procedimento é uma estratégia usada mundialmente e apresenta resultados positivos. Nossos ambientes estão mais seguros, livres de bactérias, fungo e dos vírus. As orientações espalhadas pela Casa vão permitir que as pessoas sejam conscientizadas a respeito do protocolo a ser seguido”, explicou.

As atividades retomam gradualmente segunda-feira, mas algumas medidas são necessárias para ter acesso ao interior da sede do Legislativo, como: limpeza das mãos, medição de temperatura e uso obrigatório de máscaras.

Deputado Zé Gentil morre aos 80 anos, vítima de complicações do Covid-19

Compartilhe isso

Na manhã desta segunda-feira (15), ffoi divulgado a nota da morte do deputado estadual Zé Gentil, de 80 anos, vítima do novo coronavírus. De acordo com o último boletim médico divulgado no domingo (14), ele havia tido uma piora em seu quadro clínico, o deputado teve uma instabilidade hemodinâmica e parada cardiorrespiratória.

Por conta da covid-19 não vai haver velório e o enterro será no Cemitério de São Benedito em frente à praça da Chapada em Caxias às 9h, sem a presença de visitantes.

Ao longo da semana ele apresentou melhora no seu quadro clínico, gerando muito otimismo em uma possível reversão do seu quadro, porém no domingo teve uma parada cardiorrespiratória e seu estado de saúde piorou muito.

Em uma de suas redes sociais, o prefeito Fábio Gentil , filho do deputado, prestou uma homenagem ao seu pai e falou da grande perda.

Em Coroatá a Justiça pede anulação de licitações presenciais sem caráter de urgência

Compartilhe isso

Com o objetivo de garantir a livre concorrência, o Ministério Público do Maranhão, por meio de Ação Civil Pública (ACP), ajuizada em 4 de junho, pediu ao Poder Judiciário que obrigue o Município de Coroatá a realizar, durante o período de pandemia, licitações na modalidade pregão eletrônico, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

O titular da Promotoria de Justiça de Coroatá, Luís Samarone Batalha Carvalho, pediu também a anulação de outras seis licitações realizadas presencialmente e sem caráter de urgência.

Os procedimentos licitatórios, na modalidade pregão presencial, foram realizados entre 13 de março e 27 de abril deste ano. Os objetos foram variados: contratação de empresas especializadas em manutenção de imóveis; serviços de costura para realização de cursos; lavagem de veículos; construção e ampliação de uma escola; e aquisição de alimentação preparada para o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial).

Segundo o MPMA, o Município de Coroatá expediu decretos estabelecendo distanciamento social, medidas de prevenção e proibindo aglomeração de pessoas em local público ou privado. Mesmo assim, o Poder Executivo manteve procedimentos licitatórios, como pregão presencial e tomada de preços, em uma sala pequena na prefeitura, com grave risco de contaminação dos participantes.

Na ACP, Luís Samarone Carvalho destacou que a realização das licitações presenciais em sala fechada e pequena apresenta sério inconveniente do ponto de vista sanitário. “Além disso, a própria competitividade resta comprometida, pois nem todas as empresas, pela gravidade da pandemia, poderiam se habilitar nesses procedimentos”.

O titular da Promotoria de Justiça de Coroatá enfatizou a importância de o município adotar o pregão eletrônico em suas contratações para adquirir bens e serviços comuns, inclusive serviços comuns de engenharia, enquanto a Organização Mundial de Saúde reconhecer a existência de pandemia. “Assim agindo, o município de Coroatá, não apenas estará atuando racionalmente, mas de forma sanitária adequada e, além disso, adotando procedimento muito mais probo e transparente. Se nada tem a esconder, por que não adotar o pregão eletrônico?”

Dentre as vantagens destacadas na ACP, estão a menor burocracia no decorrer do processo; não há limite de valores; obrigatoriedade do critério do menor preço; possibilidade de recurso único; disputa por lances e maior competitividade.

PEDIDOS

Além de pedir a obrigatoriedade da realização de pregão eletrônico e anulação de outras seis licitações realizadas sem caráter de urgência, o MPMA solicitou a suspensão de outras quatro em andamento consideradas não urgentes e realizadas de forma presencial.

As licitações, nas modalidades pregão presencial e tomada de preços, foram iniciadas entre 20 de março e 29 de abril. Os objetos são serviços de engenharia para recuperação de vias urbanas, aquisição de fardamento escolar e contratação de empresa para realização de palestra e oficina pedagógicas e aquisição de material para a semana pedagógica.

PF deflagra operação “COBIÇA FATAL” em 7 municípios do MA que realizaram desvio de verba federal para combate do COVID-19

Compartilhe isso

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União – CGU, deflagrou na manhã desta terça-feira, 9, nas cidades de São Luís e São José do Ribamar, a Operação “COBIÇA FATAL” com o objetivo de desarticular associação criminosa voltada a fraude em licitações com o intuito de desviar recursos públicos federais que seriam usados no enfrentamento do novo coronavírus- COVID-19 na região metropolitana.

Durante a investigação, foram verificados indícios de superfaturamento na compra de 320.000 (trezentos e vinte mil máscaras) máscaras pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís – SEMUS, no valor unitário de R$ 9,90 (nove reais e noventa centavos). Considerando que o preço médio praticado no mercado nacional é de R$ 3,17 (três reais e dezessete centavos), tem-se um superfaturamento aproximado de R$ 2.306.600,00 (dois milhões, trezentos e seis mil e seiscentos reais).

Não bastasse isso, documentos que robustecem a investigação, demostram que, poucos dias antes do processo de dispensa de licitação, a Prefeitura de São Luís, por meio da própria SEMUS, havia contratado o fornecimento de máscaras do mesmo modelo junto a outra empresa pelo de R$ 2,90 (dois reais e noventa centavos) a unidade, totalizando a quantia de R$ 980.000,00 (novecentos e oitenta mil), perfazendo a diferença de mais de 341% (trezentos e quarenta e um por cento).

Investiga-se, ainda, possíveis fraudes em processos licitatórios dessas empresas revendedoras de insumos hospitalares superfaturados nos municípios de Timbiras/MA, e Matinha/MA. Sabe-se também que a principal empresa investigada também já teria formalizado contratos, após dispensa de licitação, para fornecer insumos para o combate ao COVID-19 com os municípios de Icatu/MA, Cajapió/MA, Lago do Junco/MA, e Porto Rico do Maranhão/MA.

Durante a deflagração da operação foram empregados 60 (sessenta) policiais federais da Superintendência Regional do Maranhão para o cumprimento de 03 (três) Mandados de Prisão Temporária, e 14 (quatorze) Mandados de Busca e Apreensão, além do sequestro de bens, bloqueio de contas dos investigados no valor de R$ 2.306.600,00 (dois milhões trezentos e seis mil e seiscentos reais). As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz da 1a Vara Federal de São Luís/MA.

Os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção ativa (Art. 333, caput, do CPB), corrupção passiva (Art. 317, caput, do CPB), lavagem de dinheiro (Art. 1o, caput, da Lei no 9.613/98), fraude em processo licitatório (Art. 90 da Lei no 8.666/93), superfaturamento na venda de bens (Art. 96, I da Lei no 8.666/93) e associação criminosa (Art. 288 do CPB).

A Operação foi denominada “COBIÇA FATAL” em referência ao desejo imoderado de riqueza, fazendo com que até se desvie recursos vitais para a proteção de pacientes e servidores da área da saúde.

(Veja Vídeo) Fortes chuvas alagam vários bairros da capital

Compartilhe isso

Uma chuva muito forte caiu na tarde de ontem(8), em São Luís. Choveu por aproximadamente uma hora e o volume foi suficiente para criar vários pontos de alagamentos na capital.

No centro, várias ruas foram afetadas, houve pontos de grande alagamento, caso este na praça da Catulho da Paixão Cearense, frente ao Estádio Nhozinho Santos. Outro local que deixou carro submerso foi a rua em próximo da Caema.

Prefeito de Santa Quitéria, morre aos 45 anos, vítima da COVID-19

Compartilhe isso

O prefeito do município de Santa Quitéria, no Maranhão, Alberto Rocha, faleceu neste sábado (06), vítima do novo coronavírus.

Após o diagnostico da COVID-19, no inicio da semana, ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Chapadinha e precisou ser transferido devido o agravamento do quadro de saúde, mas acabou não resistindo.